Com tecnologia do Blogger.

na medina de Fez, numa viagem no tempo









































De todos os lugares monumentais e históricos que já conheci, nada se igualou à visita à Antiga Fez (Fez el Bali), no centro-norte de Marrocos, que se revela como um grande labirinto medieval entre velhas muralhas e portas, abertas a uma vida ativa de mais de oitocentas mil pessoas.

A Antiga Fez é arcaica, parece fazer-nos viajar no tempo para um passado, e o desafiante é percorrermos a actividade mercantil e febril típica das suas ruas estreitas da Medina - a maior zona urbana do mundo, onde não podem circular carros -, sem qualquer guia turístico! Sem medo dos caminhos labirínticos que nos levam a becos sem saída, a praças escondidas... o instinto guiar-nos-á até aos nossos limites (ou então podemos sempre seguir outros turistas) ;). Dentro da Medina, podemos assistir aos "curtumes", uma das realidades mais emblemáticas da cidade, que mostra como os trabalhadores tratam das peles de animais nos enormes reservatórios de pigmento, para depois serem transportadas para as tinturarias.

A viagem de carro a Marrocos, concluída a visita à cidade de Fez, estaria a terminar. A partida para Marrocos deu-se numa 4a feira à noite, e o regresso a Portugal efetivou-se num Domingo, à noite. Desta experiência, impulsiva, mas muito desejada, fica a conclusão de que é uma viagem que merece ser desfrutada com mais tempo (para se descansar das horas de viagem de carro entre cidades). Para a próxima, sem pressas, o rumo será até ao Sul de Marrocos!

Sem comentários