Com tecnologia do Blogger.

pequeno-almoço bio

 
 
Mais do que uma tendência que vai-e-vem ciclicamente, os alimentos BIO sustentam-se com fundamentos que superam qualquer síndrome por um estilo de vida oco em princípios e informação. Porque os alimentos BIO hoje em dia já não são um "bicho de sete cabeças" para ninguém (são fáceis de encontrar e têm preços acessíveis). Alimentarmo-nos com alimentos BIO significa que escolhemos produtos sem tóxicos, genuínos, amigos do ambiente e certificados, para além de muito mais saborosos. E existem produtos bio em todas as categorias (desde pizzas, massas frescas, diferentes snacks e embalados, até às frutas ou alimentos lácteos).

Entretanto destacam-se neste mercado algumas marcas, entre elas a RISE que detém uns novos snacks com misturas de sementes para iogurtes, papas, cereais ou saladas, que se baseiam num conceito muito interessante (com um packaging muito criativo também): prometem responder a diferentes necessidades da saúde/condição física de cada um. Por outras palavras, as misturas saudáveis "para quem quer ser mais feliz" são categorizadas dentro das premissas "believe", "conquer", "live" ou "fight" mais direccionadas para o combate e prevenção de diferentes tipos de doenças e agressões ao organismo, até por exemplo às categorias "seduce" que actua como afrodisíaco ou "go" para diminuir a absorção de gorduras; encontram ainda outros snacks para detox, "shine" que diminui a retenção de líquidos e ainda existem snacks para diminuir o cansaço diário ou relaxar.

A ideia é não deixarmos que o ritmo de vida alucinante que temos diariamente possa prejudicar o nosso sistema imunitário e bem-estar a curto, médio e longo prazo. Por isso, para além de alguns factos que já temos interiorizados (beber 1,5l de água por dia, comer de 3h em 3h com porções de frutas e vegetais diárias, evitar os alimentos processados), torna-se importante termos à mão alimentos com valores nutritivos altos para enriquecerem as nossas refeições! Estes snacks da RISE não têm glúten, são 100% naturais e provêm da agricultura biológica [espreitem mais info aqui].

Sem comentários