terça-feira, 21 de janeiro de 2014

PENSA-SE QUE SE SABE



“Do carinho e do mimo, toda a gente sabe tudo o que há a saber — e mais um bocado. Do amor, ninguém sabe nada. Ou pensa-se que se sabe, o que é um bocado menos do que nada. O mais que se pode fazer é procurar saber quem se ama, sem querer saber que coisa é o amor que se tem, ou de que sítio vem o amor que se faz.” (Miguel Esteves Cardoso)


1 comentário:

Pronta e Vestida disse...

este homem fala mesmo bem.

www.prontaevestida.com