sábado, 11 de janeiro de 2014

JÁ ESTAVA AGENDADO(A)


Aquela atitude espreitou à janela. E ao debruçar-se deu uma queda. Estava num andar deveras alto (uma altura irreal, até), mas numa varanda surpreendentemente frágil, que seria inevitável mais cedo ou mais tarde não (des)iludir.

E as expectativas dão saltos mortais com a (des)ilusão.


E com isto, concluo:



Aproveitem os saldos para afogar nos sacos qualquer sentimento menos bom... feliz sábado! 


Sem comentários: