Com tecnologia do Blogger.

INSPIRA, EXPIRA


Quando expiras sabedoria, eu inspiro sem que me notes, subtilmente, para não reparares que te procuro a mão. Que o fôlego se torna irrespirável. E desafio a forma menos cautelosa de te abafar as palavras.





Sem comentários