Com tecnologia do Blogger.

MODALISBOA "FREEDOM" DIA 1: DESFILES PREFERENCIAIS




Começou ontem o maior evento português de moda! Ainda estranho a nova forma de organização e de exposição do espaço, e confesso desde já que gostei mais da que foi escolhida nas últimas duas edições da ModaLisboa. Os nossos criadores portugueses e os novos talentos vêm desta vez os seus desfiles distribuídos por três salas, uma situada nas instalações do antigo BPI na Praça do Município (a sala-novidade), outra na sala dos Paços do Concelho e a sala de desfiles principal mantém-se no Pátio da Galé, apesar do acesso ser pela entrada lateral (que dá para a Praça do Município), já que a ModaLisboa pretende tirar partido de uma linguagem adaptada aos diferentes públicos nesta edição.

As filas para as diferentes salas formam-se, assim, ao ar livre (por sorte estamos já com tempo de Primavera!) - mas por um lado, torna-se mais vantajoso já que não interfere com a liberdade de movimentos dentro da área lounge (o que acabava por acontecer na edição passada onde se concentrava tudo dentro do pátio da Galé). O espaço lounge e o espaço vip estão desta vez fora do Patio da Galé: situam-se numa tenda branca no meio da Praça do Município.  

As salas de desfiles são sensivelmente mais pequenas (constou-me que existem cerca de menos 300 lugares) e a passarelle principal dentro do Pátio da Galé tem uma nova forma de distribuição das filas dos lugares (em forma de "u") e já não são distribuídas por bancadas, mas por cerca de 6 filas ao mesmo nível, o que, infelizmente, dificulta a visão do desfile (e a captação de fotografias) a partir da 3ª fila (e note-se que a 3ª fila ainda está reservada à imprensa).

À parte da minha estranheza com a exposição do espaço, foi o 1º dia da grande ModaLisboa que promete tornar-se mais intensa a partir dos próximos dias e continuar a transmitir o "savoir-faire" dos nossos criadores!

Neste primeiro dia pudemos assistir aos desfiles de Saymyname | LAB, White Tent, Lidija Kolovrat e Luís Buchinho! Não fui a tempo de assistir a Saymyname (que surpreendeu pelos seus top’s em formas oversize com ombros XXL e uma inspiração nos kimonos)  e no desfile de Lidija Kolovrat (em que vimos drapeados com coordenados estruturados e digital prints) não tinha condições de captar os meus ângulos preferidos. Poderão ver as fotos completas dos desfiles aqui, mas deixo-vos adicionalmente algumas das minhas imagens de apontamentos e coordenados preferidos dos desfiles de White Tent e de Luís Buchinho:






WHITE TENT

A dupla manteve a sua linguagem estética  característica que assenta geralmente numa postura minimal e sporty, com cinturas ainda assim marcadas. Prevaleceram para o Inverno 2012-13 as malhas jersey e os materiais metalizados em tons cobre e azul marinho!



 










LUÍS BUCHINHO

A proposta para o Inverno 12/13 do reconhecido criador Luís Buchinho inspirou os seus prints na calçada portuguesa e manifestou essas geometrias numa coleção feminina (apesar de alguma inspiração masculina nos casacos), elegante, urbana e "sporty casual", tirando partido das calças cigarro (que acho deslumbrantes conjugadas com os stilettos), cinturas estreitas, e silhuetas mini (os shorts!), midi e maxi (os vestidos tubo!)!


Entretanto atualizarei o blog com mais imagens ModaLisboa numa perspectiva menos cultural, e mais social, onde retratarei mais ambientes e os looks!

2 comentários

Fabulous Letters From Lisbon disse...

Very nice as usual! Simple and straight to the point! Bjs querida!

Cati Gonçalves disse...

Olá Marta! Gostei muito da sala do Patio da Galé, achei que estava mais dinânima do que nos anos anteriores.. Em relação à tenda na Praça do Município também não fiquei fã. E as outras duas salas de desfile eram realmente muito pequenas!

Hoje não vou poder ir, mas espero encontrar-te por lá no sábado ou domingo ;) beijinhos xx