Com tecnologia do Blogger.

TENDÊNCIAS DE MODA: CONSTRASTES NUM "OUTFIT", A CLASSE & UM ELEMENTO DESCONSTRUTOR









Todos estes diferentes "isto" e "isto" não serão propriamente novos-olhares pelos mais atentos às rotinas de street style. Mas podem ser interpretados por perspectivas peculiares. É por isso que visiono neste sentido o pensamento desconstrutivista por trás de todas estas propostas de "outfits".

Literalmente, o rigoroso não-menos descontráido jacket militar que se contrapõe à delicadeza rendada, drapeada e/ou floreada. Ou a delicadeza transparente que tapa um algodão de alças. A delicadeza de um suit que se aquece com lã. Um lenço rock style que se enrola a uma pele luxuosa. A delicadeza de uma silhueta feminina que se deixa descontrair com mas calças pajama-style ou uns boyfriend jeans.  Ou a delicadeza de uma saia lady like que se torna simultaneamente mais sporty com uns trendy sneakers.

A insatisfação ao conformismo ganhará força pelos ideais de liberdade que seguem as suas próprias determinações mesmo dentro dos limites impostos.  A não-existência de uma objectividade cria por si só uma linguagem que - não será para todos -  mas assina uma visão desconstrutivista no vestuário. E eu assino por baixo.






3 comentários

Sara Esteves disse...

adoro! adoro ver e adoro "desconstruir" o meu proprio outfit! acho muito mais "txanam" e interessante o meu vestidinho preto mega leve combinado com o meu mini jacket de ganga a dizer "Rock"! Diz imenso sobre mim e eu nem abri a boca!... não é para isso que a moda serve? Forma de expressão? ;)


beijo querida
chips-ina-fishbowl.blogspot.com

Cristiana Nunes disse...

Gostei imenso do que escreveu e assino por baixo também. Gostei particularmente que tivesse assinalado a «insatisfação perante o conformismo», uma «não-existência de objectividade» e que, depois, salientasse que a linguagem, daí decorrente, não será para todos. Muito perspicaz. É, nestes parâmetros, que contemplo a moda e que a utilizo para me expressar. Para mim, mais excitante ainda é poder criar uma estética emocionante através de pólos opostos que, à primeira vista, não são conciliáveis. Gostei muito deste post!

Marta Miranda disse...

Obrigada pelas palavras minhas queridas! É tão-bom sermos compreendidas e visionarmos a Moda sob os mesmos parâmetros revolucionários! ;)

um beijinho!
fashionmarketslove.blogspot.com